Escalada no Rio de Janeiro: 5 lugares para os radicais!

Já pensou em fazer escalada no Rio de Janeiro, mas não sabe onde ir? A gente resolve esse problema! A Blueman separou 5 picos ótimos para quem está começando nessa atividade e também para quem já é um aventureiro experiente. Vamos te falar sobre como chegar nesses locais, qual a dificuldade de cada um deles e as informações mais importantes para que possa aproveitar a cidade maravilhosa da forma mais radical.

Além da subida em paredões, é possível encontrar cachoeiras e morros insanos para descer de rapel e aproveitar ainda mais as lindas vistas. Vem com a gente e já garanta a programação para a próxima aventura!

Escalada no Rio de Janeiro: 5 lugares para praticar!

Saber onde praticar seu esporte favorito é essencial para ter uma experiência ainda mais irada. O Rio tem diversas belezas que podem ser admiradas do alto de paredões de pedra e nós queremos ajudar você a encontrar as melhores áreas para aproveitar lá do alto.

E não dá para esquecer que muitos desses lugares são no meio da mata, não é? Por isso, confira nosso conteúdo sobre o que levar para uma trilha e garanta que estará preparada para todo o caminho a pé, seja na ida ou na volta. Agora, bora para a lista de locais para escalada e rapel no Rio de Janeiro!

Homem escalando Morro da Urca e vista da paisagem verde e o mar.

Escalada no Morro da Urca

O Morro da Urca tem 220m e é um dos mais conhecidos do complexo do Pão de Açúcar – mesmo sendo a menor montanha dali. É uma escolha popular entre os aventureiros por ser excelente para esportes e de fácil acesso: você pode chegar ao pé do morro de transporte público e a caminhada até a base de escalada dura, no máximo, 30 minutos.

Confira as principais características desse pico:

  • Duração da escalada de 3h a 4h;
  • Grau de dificuldade fácil, ou seja, é ótimo para iniciantes;
  • Muitas opções de vias para subir;
  • Vista da Praia Vermelha;
  • Descida por trilha ou bondinho.

Escalada no Corcovado

O Corcovado, lar do maior cartão postal do Brasil, possui uma das vias mais clássicas do país. A base de onde começamos subir no paredão fica a 500m acima da cidade, por isso é possível ter uma vista panorâmica da capital. Como é um ponto turístico muito procurado, é fácil chegar até esse morro. Veja as principais informações sobre esse local:

  • Duração da escalada da Via K2 (a mais famosa) é de 4h;
  • Grau de dificuldade intermediário, com espaços mais horizontalizados;
  • É indicada para quem já possui alguma experiência no montanhismo;
  • Fim da jornada é diretamente nos pés do Cristo Redentor;
  • Descida por trilha ou van.

Escalada na Pedra da Gávea

A Pedra da Gávea é um ponto turístico muito importante da Cidade Maravilhosa. Ela fica à beira-mar, no Parque Nacional da Tijuca, e tem 800m de altura. Possui trilhas famosas e lindas para quem não deseja se aventurar nos paredões de pedra. E a chamada Via da Passagem dos Olhos é o caminho mais conhecido para a escalada. Veja suas características:

Mulher escalando Pedra da Gávea.

  • Duração da escalada é de 6h a 8h;
  • Grau de dificuldade intermediário, com esforço de moderado a pesado;
  • Mesmo sendo longa, não requer experiência prévia;
  • Existem cerca de 30 vias ao longo do morro, algumas chegando a 450m de comprimento;

Escalada no Dedo de Deus

Agora saímos um pouco da capital e indo para outra cidade turística, Teresópolis, onde se encontra o Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Um dos picos mais altos de lá é o Dedo de Deus, o grande sonho de muitos apaixonados por escalada e ícone do montanhismo nacional. É um percurso longo com trilha íngreme de 45min e uma subida que exige muito preparo físico. Conheça suas principais características:

  • Duração da atividade – contando a trilha, subida e a descida de rapel – é de aproximadamente 12h;
  • Indicada para montanhistas com bastante experiência;
  • A face mais popular é a leste, com cerca de 200m até o cume;
  • A descida é com rapel negativo (sem apoio para os pés);
  • Tem como ir de carro até o Paraíso das Plantas, local mais próximo do início da trilha.

Rapel no Morro Bico do Papagaio

O rapel faz parte das atividades do montanhismo e o Parque Nacional da Tijuca, que fica no meio da capital, possui um dos melhores locais para praticar essa modalidade. O Morro Bico do Papagaio está localizado dentro da Floresta da Tijuca, cercado pela Mata Atlântica e com uma paisagem linda nas proximidades.

Duas pessoas praticando rapel no morro bico do papagaio.

A trilha até ele passa por lindas quedas d’água, não perca a oportunidade de parar para se refrescar! Confira nosso post sobre o que levar para a cachoeira e consiga aproveitar ao máximo essa experiência. Agora, veja as características desse excelente local para rapel no Rio de Janeiro:

  • Paredão de 25m próprio para a descida;
  • Indicado inclusive para incitantes;
  • Rapel positivo – você terá apoio para os pés;
  • É possível ir de carro até o começo da trilha de acesso ao morro.

Não dá para vacilar e colocar sua integridade física em risco. Por isso, procure empresas especializadas e guias para realizar qualquer uma dessas aventuras. Existem diversas opções e, com eles, você poderá praticar sua atividade com equipamentos e instruções corretas.

A Blueman sempre traz conteúdos sobre viagens, praias, lifestyle e muitos outros assuntos relevantes em nosso blog. Se gosta de estar em contato com a natureza, não pode deixar de ler nosso post sobre as melhores trilhas do Rio de Janeiro. Nos vemos na próxima aventura!

Como uma das maiores marcas de moda praia do Brasil, a Blueman entrega toda sua experiência e carisma carioca em conteúdos exclusivos sobre viagens, moda praia e lifestyle!

Facebook - Instagram - Twitter

Deixe um comentário