Trilhas do Rio de Janeiro: as 7 melhores para se aventurar!

“O Rio de Janeiro continua lindo”, esse é um trecho famoso de uma canção de Gilberto Gil… E apesar de todos os problemas sociais existentes na cidade maravilhosa, essa frase ainda é uma verdade absoluta, afinal, estamos falando de uma das cidades mais lindas do mundo. Para quem ama praia, cachoeiras, morros e muita natureza, o Rio é um prato cheio, basta saber explorar os lugares certos.

E pensando em te ajudar, caso você esteja pensando em visitar a cidade carioca em breve ou ainda não tenha explorado por toda a natureza da cidade maravilhosa, a Blueman separou as melhores trilhas para fazer no Rio de Janeiro. Confira!

Confira as 7 melhores trilhas para explorar o Rio de Janeiro!

Tem pessoas que viajam para ficarem descansando, por outro lado, há aquelas que simplesmente não sabem ficar paradas e sempre querem estar explorando as praias, os pontos turísticos e as trilhas que proporcionam recompensas maravilhosas como as deliciosas cachoeiras que ficam escondidas em meio à natureza.

E o Rio não é repleto só de praias maravilhosas para conhecer, existem também as trilhas surpreendentemente deliciosas que oferecem tanto cachoeiras como morros com vistas simplesmente deslumbrantes. Dá só uma olhada nas opções:

01. Trilha do Morro da Urca (Costão do Pão de Açúcar)

foto do morro pão de açúcar e bondinho ao lado

Não há dúvidas que um dos pontos turísticos mais famosos do Rio é o Pão de Açúcar que fica na Urca. O que nem todo mundo sabe é que lá também está localizada uma das trilhas mais belas da cidade.

O início da subida do morro é chamada=o de Pista Cláudio Coutinho, onde é um local que as pessoas costumam praticar atividades físicas. Essa trilha é bem próxima à região onde estão localizados os bondinhos para o Pão de Açúcar, mas para quem prefere se movimentar, a trilha é a melhor opção.

São cerca de 30 minutos de caminhada para chegar até topo do Morro da Urca e ter uma visão privilegiada de toda a cidade do Rio de Janeiro. Mas claro que você precisa experienciar o passeio de bondinho também, para isso, você pode pegá-lo para descer curtir o momento descansando depois de ter enfrentado a subida e aproveitar para fazer os melhores registros para guardar de recordação do passeio depois.

E se você sentir fome, o Morro da Urca tem toda uma estrutura para receber turistas com lanchonetes e banheiros!

02. Pedra do Telégrafo – Zona Oeste

Essa é uma opção bastante concorrida que atrai turistas praticamente todos os dias do ano. Isso se dá ao fato de que o local é perfeito para tirar fotos incríveis, como as famosas fotos da Pedra do Telégrafo, que dá a impressão da pessoa pendurada na beira de um precipício.

Para acessar essa trilha, você deve ir até a Barra de Guaratiba, que fica na Zona Oeste do Rio, e encontrar a escadaria da Igreja Nossa Senhora das Dores, que é o ponto onde a aventura começa. A partir de lá, são 354 metros de caminhada e, apesar de parecer uma distância curta, é válido ressaltar que há pontos íngremes durante o trajeto, que podem fazer com que você demore entre 30 e 40 minutos até chegar à Pedra do Telégrafo.

Uma dica importante: em razão do sucesso das fotos em que você pode ficar pendurado na pedra, o local fica muito cheio nos fins de semana e pode ser que você fique esperando por horas para conseguir tirar a sua foto. Portanto, se você tiver uns dias a mais para explorar a cidade, a recomendação é realizar a trilha nos dias da semana.

03. Praia do Perigoso

Praia do perigoso.

O nome dado a essa praia é justamente por ser uma praia de difícil acesso e que costumava ser chamada de praia deserta. Localizada na Barra de Guaratiba, para acessar a Praia do Perigoso, há uma trilha onde é preciso passar por uma extensão de Mata Atlântica, por isso, também, é chamada assim. Outra maneira de acessá-la é por barco ou lancha, chegando até a beira-mar.

O trajeto pela trilha demora cerca de 30 e 40 minutos e tem o seu início na Praia de Guaratiba, você pode escolher seguir pela Pedra do Telégrafo ou pelo Caminho da Bica. O trajeto não é dos mais fáceis, mas a recompensa vale a pena, afinal, a praia é belíssima e é uma excelente opção para dar um mergulho em uma água azul e cristalina.

Mas fique ciente que o local não é uma praia badalada, como Copacabana, Leblon ou Barra da Tijuca, sendo uma praia alternativa, mas que costuma ser bastante frequentada nos finais de semana, afinal, o Rio atrai uma quantidade enorme de turistas todos os anos.

04. Trilha do Parque Laje até o Cristo Redentor

O Cristo Redentor, sem dúvidas, é o cartão postal mais famoso da cidade do Rio de Janeiro e não poderia ser diferente, afinal, a estátua do Cristo com os braços abertos é realmente surpreendente.

A maioria das pessoas opta pelo caminho mais fácil que é pegar o bondinho ou usar os serviços de van, mas para quem gosta de trilhas, usar a Serra da Carioca é uma opção para você ter uma experiência diferente para conhecer o monumento mais famoso do Rio. Mas tenha cuidado, pois a trilha não é das mais fáceis e exige preparo físico.

Contudo, ela possui muitas placas de sinalização que facilitam a sua caminhada durante o trajeto com pontos íngremes, longas subidas e diversos riachos que proporcionam uma aventura incrível até o destino final.

A caminhada pode demorar certa de 3 horas do início no Parque Laje até o alto do Corcovado. Você vai precisar superar uma distância de pouco mais de 2 quilômetros que valem o esforço, visto que se trata de uma experiência única.

05. Trilha Dois Irmãos – Vidigal

mulher sentada em pedra da trilha dois irmãos

Outro tesouro do Rio do Janeiro é a Trilha dos Dois Irmãos, sendo considerado um dos cartões-postais mais famosos da cidade e, embora seja chamada assim, a trilha é realizada somente no irmão maior.

O acesso é obtido pela comunidade do Vidigal, mas para chegar ao início da trilha é necessário usar o serviço de transporte da comunidade que é realizado por Kombi ou Van e tem um custo médio de apenas R$ 3,00.

O início dessa trilha é bem íngreme, mas não desista assim de cara, afinal, logo depois fica mais fácil e a caminhada é tranquila.

Durante a trilha, você pode curtir a vista de 3 mirantes, incluindo o cume do morro, que é mais espetacular, te oferecendo uma vista completa da Zona Sul, da Pedra da Gávea, da Lagoa Rodrigo de Freitas, da Rocinha e muito mais.

Para quem adora fazer uns cliques, a dica é aguardar o pôr do sol no cume para eternizar momentos incríveis!

06. Trilha da Pedra da Gávea (Floresta da Tijuca)

Mais uma trilha considerada de nível difícil, o trajeto da Pedra da Gávea é um dos mais belos da cidade maravilhosa!

Para acessá-la, você precisará conhecer o Parque Nacional da Tijuca. E para fazer a trilha, você terá 3 opções de caminhos dentro do parque. A primeira opção é considerada o caminho tradicional, que tem seu início na Barrinha e passa pela Carrasqueira.

A segunda opção é pelo Pico dos Quatro, que também tem seu acesso pela Barrinha, passando pela Garganta do Céu e dois trechos de cabo de aço. Já o terceiro acesso é feito pela Chaminé Eli e é menos frequentado pelo seu nível de dificuldade, tendo trechos mais úmidos que oferecem riscos para os andantes.

Todas essas trilhas possuem um nível mais difícil e são indicadas para trilheiros com experiência em trajetos com desníveis constantes. Caso seja a sua primeira vez na trilha, é altamente indicado o acompanhamento de um guia profissional e um instrutor de turismo de aventura, pois você pode precisar de equipamentos especiais para subir alguns trechos e é preciso saber utilizá-los corretamente.

Ainda que você seja experiente em trilhas, não é recomendado ir sem guia e o mínimo de equipamentos de segurança, afinal, essas trilhas possuem alto índice de acidentes. Como são trajetos cansativos, é aconselhável se programar para sair bem cedo e levar uma térmica com bons sanduíches e 3 litros de água bem gelada, pois você vai precisar de energia e se hidratar muito bem.

07. Circuito das Grutas

Mais uma opção para os aventureiros, a trilha do Circuito das Grutas é longa e exige muito preparo físico, pois são cerca de 5 quilômetros de caminhada, que leva mais ou menos 3 horas para ser completada.

Mas, apesar de ser longa, não é considerada uma trilha de nível elevado, pode ser realizadas por qualquer pessoa que esteja disposta a andar bastante. Como o próprio nome sugere, o local é repleto de grutas esplendorosas com formações rochosas diferenciadas e até uma pequena cachoeira para quiser dar uma relaxada e se refrescar.

E o presente mesmo está no final do passeio, onde você poderá se surpreender com um pequeno paraíso lindíssimo que a natureza nos proporciona. O acesso a esse ponto incrível dentro do Rio de Janeiro é feito pela praça Afonso Vizeu no Alto da Boa Vista!

E aí, está pronto para se aventurar nessas trilhas incríveis do Rio de Janeiro? Caso você esteja planejando ir em breve, leia também o nosso post sobre o que levar para uma trilha e vá preparado para todas as situações. Até a próxima!

Como uma das maiores marcas de moda praia do Brasil, a Blueman entrega toda sua experiência e carisma carioca em conteúdos exclusivos sobre viagens, moda praia e lifestyle!

Facebook - Instagram - Twitter

Deixe um comentário